Conheça o passo a passo para uma saúde óssea melhor

Construir ossos fortes ao longo da sua vida vai permitir que você continue fazendo as coisas de que gosta por mais tempo. Também vai ajudar você a viver uma vida independente, sem dor e sofrimento causados por ossos quebrados.

Há muitas maneiras de agir que você pode adotar para prevenir e controlar a osteoporose. Assuma hoje o controle da sua saúde óssea!

Exercite-se regularmente

Exercícios de carga e fortalecimento muscular regulares são benéficos para todas as idades e importantes para manter ossos e músculos fortes.

Nutrientes saudáveis para ossos

Não deixe esta doença “silenciosa” acabar com seus ossos. Cálcio, vitamina D e proteína suficientes são essenciais para a saúde de seus ossos e músculos. Laticínios como leite, iogurte e queijo têm as maiores quantidades de cálcio, e contêm também proteína e outros minerais que são bons para os ossos. O cálcio também está presente em certas frutas e verduras verdes (couve, brócolis, damasco, por exemplo) e em peixes enlatados com ossos (sardinhas). Se estiverem disponíveis, tire proveito de alimentos fortificados com cálcio.

Ainda que o cálcio da dieta seja o melhor, algumas pessoas podem precisar tomar suplementos se não conseguirem alcançar as metas diárias de cálcio apenas com a alimentação. No entanto, os suplementos de cálcio devem ser limitados a 500–600 mg por dia, e a recomendação geral é que sejam tomados em combinação com a vitamina D.

A maior parte da vitamina D no organismo é produzida pela exposição da pele à luz do sol. No entanto, dependendo de onde você mora, pode ser que você não consiga vitamina D suficiente apenas com a exposição segura ao sol. Pequenas quantidades de vitamina D são encontradas em alimentos (como gema do ovo, salmão e atum), e podem ser encontradas também em alimentos fortificados com vitamina D.

O Instituto de Medicina recomenda a ingestão de 600 UI/dia de vitamina D para homens e mulheres até 70 anos de idade. As recomendações da IOF com relação à vitamina D para a prevenção de quedas e fraturas são 800–1000 UI/dia para homens e mulheres com 60 anos e mais.

Receba sua dose diária de cálcio

Faça com que os laticínios sejam seus amigos:

  • 1 iogurte ou um copo de leite cerca de ¼ das suas necessidades diárias de cálcio;
  • 1 milkshake grande cerca de 1/3 das suas necessidades diárias de cálcio;
  • Queijos são ricos em cálcio – especialmente parmesão, cheddar e mussarela;
  • Uma tigela de cereal com leite é uma boa opção de café da manhã;
  • Aumente a sua ingestão tomando café com leite ao invés de café preto.

Evite hábitos negativos no seu estilo de vida

  • Pare de fumar: foi demonstrado que aumenta consideravelmente seu risco de fratura;
  • Reduza o consumo de álcool: ainda que um ou dois copos de vinho ou cerveja por dia não tenham um impacto sobre sua saúde óssea, mais do que duas unidades de álcool podem aumentar consideravelmente seu risco de fratura;
  • Mantenha um peso saudável: se você estiver abaixo do peso (IMC <20) você tem um risco maior de fratura.

Identifique seus fatores de risco

Fale com seu médico. Conheça os fatores de risco que podem fazer de você um candidato para osteoporose e fraturas. Há muitos fatores diferentes que podem colocar você em risco.

Estatísticas do Reino Unido, Estados Unidos e Austrália mostram que os homens têm uma probabilidade de 20 a 25% menor de ir ao médico do que as mulheres. Não evite o seu check up. Fale com seu médico sobre saúde óssea e pergunte se deve fazer um teste de DMO e/ou um teste FRAX® de avaliação de risco.

Se for prescrito, tome o medicamento para osteoporose 

Há  muitos tratamentos comprovados que podem ajudar a melhorar a DMO e reduzir os riscos de fraturas, os tratamentos comuns para homens incluem:

  • Bisfosfonatos: alendronato, risedronato;
  • Bisfosfonatos intravenosos: ibandronato, pamidronato, ácido zoledrônico.

Outros tipos de tratamento incluem:

  • Denosumabe: anticorpo monoclonal humano;
  • Teriparatida: um agente anabólico;
  • Ranelato de estrôncio.

Adesão ao seu tratamento 

Certifique-se que você está seguindo o esquema de tratamento prescrito e, se estiver preocupado com os efeitos colaterais, fale com seu médico. Como os benefícios do tratamento nem sempre são evidentes, muitos pacientes param de tomar sua medicação – não deixe que isto aconteça com você. Ao continuar o tratamento, você pode proteger seus ossos e evitar fraturas que causam danos e potencialmente ameaçam a vida.

Posted in Notícias and tagged , , , , , .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *